English French German Japanese Portuguese Spanish

Newsletter

Receba novidades no email!



Total de visitas:1859737
Nós temos 60 visitantes online

Início Linhas da Umbanda Linha do Oriente
Linha do Oriente

david

A linha do Oriente é o arquivo astral da humanidade e não apenas da Umbanda. Sob a guarda dessa linha estão armazenados todos os conhecimentos  de magia da humanidade, desde os mais simples como; "o ato de fazer pão", até os processos de construção de uma bomba atômica.

São João Batista é o mentor da Linha do Oriente e também seu dirigente. Embora não seja um Orixá, ele chefia a linha do Oriente ou dela é o seu patrono.

São João Batista, foi primo de Jesus Cristo e era conhecido naqueles tempos como o "Batista" pelo fato de ser um batizador. Seu nome "João" significa Deus é propício.

Foi filho de Zacarias e de Santa Isabel, que o concebeu em idade avançada. São João foi um "Nazareno", nome dado aos Judeus que faziam votos a Deus, por toda a vida. Esses votos consistiam de manter-se em pureza perfeita: adotavam a castidade, a abstinência de bebidas alcoólicas e não cortavam os cabelos. Mais tarde os Judeus deram esse nome aos primeiros cristãos, por alusão a Jesus de Nazaré. São João foi o precursor do Messias e apontou Jesus como o "cordeiro" de Deus. Cordeiro é sinônimo de manso e pacífico espiritualmente falando. Foi decapitado a mando de Herodes, rei dos Judeus, por volta do ano 30.

Dessa linha provém um conhecimento imenso, nela estão guardados todos os conhecimentos da humanidade, a disposição de nossos Guias sempre que necessário. De lá também emanam as curas que provêm dos médicos da Umbanda, emana o conhecimento das coisas que se perderam no tempo.

Esses conhecimentos devem-se aos povos ou nações que pertencem principalmente à linha do Oriente. Muitos desses povos se extinguiram e legaram ao plano astral esses conhecimentos milenares.

A linha do Oriente não é atuante no plano material, devido à sabedoria de Deus que impede desta forma que esses conhecimentos sejam passados aos homens da atualidade, pois isso seria um desastre.

Os conhecimentos de magia armazenados na linha do Oriente estavam à disposição dos homens na sua forma primária, na intenção de ajudar ao homem. O homem, porém, em sua desmedida ambição, usou a magia na intenção de prejudicar ou subjugar seu próximo, por esse motivo, esses conhecimentos foram arrancados da humanidade e guardados em local seguro.

Os meios utilizados para tomar do homem esses conhecimentos foram rudes, como exemplo a inquisição praticada pela igreja católica, que queimou nas fogueiras milhares de pessoas acusando-as da prática da magia e da bruxaria.

Para melhor compreensão raciocine: Deus colocou à disposição do homem a magia, desta forma só existe um tipo de magia e ela é branca já que tem origem divina, torna-se negra quando o homem inverte os seus pólos.

Comentários sobre a linha do Oriente são polêmicos, existem terreiros que não citam a linha e não a adotam como linha de Umbanda e não há como entrar nesse mérito, já que conhecemos terreiros muito sérios, dirigidos por gente muito séria, nos quais não se falava da linha do Oriente. Em outros o procedimento não é o mesmo já que adotam a linha, mas sempre ao indagar o Guia chefe de um templo sobre a linha do Oriente, de alguns caciques ouvimos que era melhor deixar como estava a divisão dentro de sua casa.

Sempre respeitamos a ausência da linha nesses terreiros. Na verdade, aqueles caciques deviam ter suas razões para agir daquela forma, talvez alguns médiuns que os acompanhavam, não estivessem preparados para ter acesso a alguns conhecimentos mais avançados de magia (com certeza para evitar que caíssem).

Mironga é mironga, portanto, é melhor deixar assim.

.

 

Enquete

Devemos cobrar por trabalhos?

Nunca! - 84.5%
Claro, para subsistência do médium! - 8.5%
Sim, nada mais justo! - 5.1%
Somente médiuns deficientes físicos - 1.9%

Total de votos: 9851
The voting for this poll has ended Ligado: 25 Nov 2016 - 00:00

CopyRight 2008 NUSS- Núcleo Umbandista São Sebastião - Todos os direitos reservados.