English French German Japanese Portuguese Spanish

Newsletter

Receba novidades no email!



2005909
Nós temos 60 visitantes online

Início Blog do Pai de Santo MISTIFICADORES DE CABOCLOS. Que tipo de Umbanda é essa?
MISTIFICADORES DE CABOCLOS. Que tipo de Umbanda é essa?
Escrito por Pai Paulo   



Mistificadores de Caboclos


Oxossi é um dos grandes Orixás da Umbanda, é respeitadíssimo nos nossos templos por todos os seguidores umbandistas. Ele é invencível em qualquer demanda espiritual, e os caboclos seus enviados, transmitem aos seguidores do culto uma força tremenda. O caboclo assumiu em nossos templos a figura de nosso pai biológico, ou seja, aquele homem que queremos ter ao nosso lado, com seu braço sempre forte a nos amparar nos momentos mais difíceis de nossas vidas. 


E esse sentimento emana de Oxossi


Na Umbanda existe o ditado “filho de Umbanda não cai” existem centenas de pontos cantados que ensinam isso, no entanto, isso vale apenas para os filhos corretos, não há como receber benefícios de um Orixá ou de seus enviados, se uma pessoa não tem boa conduta moral.
Os caboclos são espíritos puros, muito altivos e enérgicos, mas também muito simples. Essa simplicidade, bondade e força, faz com que se afastem dos templos que tentem mudar essa imagem que deles irradia. Leia os dois relatos a seguir e depois raciocine.


 

Certa vez vi um terreiro na praia desenvolvendo os seus trabalhos, o terreiro chamava a atenção por ser muito decorado, muito grande em área e muito pequeno em participantes.
Na corrente meia dúzia de médiuns estavam vestidos de verde, com longas capas finamente bordadas e garrafas de vinho na mão, o que já estava errado.

Em dado momento, entre eles, um tal cacique incorporado(?) apanhou uma lança e dirigiu-se a multidão que estava em volta do terreiro assistindo ao trabalho e começou a ameaçar o povo com a lança. Quando ví a cena comecei a rir, aquilo não era um caboclo, lá não havia caboclo algum, na realidade havia um palhaço mostrando ao povo a total ignorância  em relação as nossas práticas.

Lá não havia um caboclo e sim, um idiota mistificador!

Esse tipo de gente não pode ser chamada de umbandista; na realidade são palhaços, não são umbandistas. Deveriam cobrar ingressos para se apresentarem na praia, um palhaço de circo não faria melhor.


Mais a frente andando em meio às tendas, tomei um tremendo susto quando topei de frente com um rapaz negro, de grande estatura, sem camisa, com uma calça verde de cetim enrolada até os joelhos e com um enorme penacho verde que ia da cabeça aos pés.
O pseudocaboclo dava tremenda bronca em seu cambono, que corria atrás dele lhe pedindo desculpas.
Fui atrás para ver aonde iam, algumas tendas a frente entraram em seu terreiro e lá todos os médiuns estavam vestidos da mesma forma, sem camisa, com a calça enrolada, com grandes penachos, arcos e flechas.
Aquilo não era Umbanda, lá não haviam caboclos e aquelas pessoas que se diziam médiuns, deveriam estar no circo ou então, no hospício.
Onde estava a mente daquelas pessoas, apresentaram-se quase nus para uma reunião religiosa mostrando coisas que só existem em suas pequenas e fantasiosas mentes, aquelas pessoas desconheciam que só existe uma conduta que os caboclos adotam, a moralidade.


Se os nossos índios quando encarnados andavam nus, isso para eles era natural e moral, porém, isso não quer dizer que hoje como Guias de Umbanda adotem a mesma indumentária. ISSO NÃO EXISTE!

Raciocine comigo;


Imagine se uma cabocla incorporar em um médium feminino, essa médium deverá então permitir a incorporação seminua, com os seios e as pernas a mostra?

Dessa porcaria a Umbanda está repleta, essa gente mostra ao povo que ignora as nossas práticas, justamente o que não somos e nunca praticamos
Embora essa cena seja absurda, não duvide que alguma maluca não o faça!
Já ví a representação de uma pomba gira, beijar na boca a representação de um exu. E isso na frente de todos e sem cerimonia. 
Pensei em colocar fogo no local, mas não foi preciso, pegou fogo sózinho.
Acredito que os exus dos quais adotavam os nomes para praticar as baixarias, acabaram com a bagunça incendiando a espelunca.

bravo

 



Sei que no momento oportuno ocorrerá a separação do joio e do trigo no ambiente umbandista e desejo ardentemente ver esse dia chegar.
Embora eu seja filho de Ogum, dirijo um Templo de Umbanda consagrado a Oxossi e tenho por Ele um grande respeito, no NUSS não somos os donos da verdade, mas impeço a implantação de tudo aquilo que ví de errado e absurdo nas visitas que realizei a outros terreiros.

Certa vez ouvi de uma nova frequentadora que pertencia a outra casa a seguinte frase:


Que mal existe em fazer no terreiro uma feijoada para os Pretos Velhos?

Respondi:

Tem tudo de mal, espiritos não comem e o chão sagrado do Gongá não é restaurante, se quer fazer uma feijoada, que façam no local adequado!

Entende agora!




teatro

.

Comentários (6)
  • Mary  - Os falsos Profetas
    Entendo bem o que vc colocou em seu texto. Estou a procura da verdadeira umbanda e está muito dificil achar. Procura ir sempre com meu coração cheio de amor e tranquilidade, mas me deparo com casas suspeitas em relação aos dogmas nos quais firmei meu coração. Tenho visto luxo ao exagero, festas custeada obrigatóriamente com custos estipulados. Sabe, no que se refere a festa somente uma me supreendeu... No dia de Oxossi (Janeiro 2010), quando a casa voltou aos trabalhos, simplesmente os frequentadores (que são poucos), vieram com frutas, flores, folhas de bananeiras etc e montaram a mesa. E ninguém, Pai santo ou medium, tinham pedido algo, apenas vieram com as oferendas. Achei o máximo. Outra coisa, sempre sem pedir nada , a casa recebe sempre ajuda (velas, acessórios, etc) tudo trazido pela assistência. Eles ficam de olho no que falta para contribuir. Até mesmo na sua estrutura, vejo sempre alguém, falando que vem arrumar a ports, pintar. Alguém pergunta se pode fazer algo. Muito belo!!! No entanto, na contra mão, já vi coisas que fizeram com que saisse correndo. Não sei onde está o juízo deste povo, não sabe que teremos que prestar contas de nossos atos. A frase que deveria estar na cabeça destas pessoas é que O PLANTIO É LIVRE , MAS A COLHEITA É OBRIGATÓRIA. Umbanda é caridade, seriedade, honestidade. É a luz que ilumina nossos caminhos. Não uma casa de show. Abraços fraternos.
  • maria pereira
    Concordo plenamente, os caboclos são de moral ilibada, e não exigem nada de indumentária.
  • vander costa  - O que acontece com a Sagrada Umbanda??
    É meu irmão de fé, muito triste ver a sagrada Umbanda desta forma.EM toda minha vida frequentei apenas uma casa,mAs já visitei outras, quando vi coisas e informaçoes erradas sobre à Umbanda numca mais me dirigi a essa casa."Umbanda é Humildade,Caridade,Amor ao Próximo"È essa a Lei Sagrada da Umbanda!!!Mistificadores por todos os lados,pensava eu que existiam mistificadores apenas de Exus e Pomba Giras,quando descobri que mistificavam tudo até as Crianças!!!Irmão vc já viu um Preto Velho com ânsia de cachimbo??ou não saber acender seu pito??Nâo saber saravar um Altar??Ou um Caboclo com medo de entar na Mata sozinho??Um Exu não saber um ponto de partida??Olha amigo por esses e outros motivos que deixei de frequentar as sessôes de Falsa Umbanda que eu ia...Não é justo vc ser feito de idiota por um irresponsável,se vc procurou àquela Seara é pq vc necessita e os Guias nada pedem para te ajudar. Onde se viu dar consulta a assistencia com Exu??Exu dando "passe"??ah ainda mais...onde se viu Exu se embriagar,beber e não aguentar "subir"(alias subir o que neim veio??)ou beber e depois descarregar o burro "urinando"??Que vergoha tenho eu de ter sido idiota por 1 ano,1 ano eu perdi sendo enganado. Agora sou consciente do que é Umbanda e qual a real missão de seus Guias!só pra ressaltar: um dia numa "sessão" eu vi uma "preta velha"levar um tombo do banqinho ,ah coitada ela nao viu!a idade avançando...outro dia vi o suposto'Exu Tranca ruas" vomitando é pqe ele estava com o fígado ruim, já não aguenta mais ai falei pra ele (já sabendo da palhaçada): "seu Tranca 'Vós'quer tomar um chá de boldo? ele nâo quis por que era amargo!não vi neim que hora que tiei a cartola, a capa as guias e disse:"fulano larga de vc ser mentiroso ai nao teim Tranca Ruas coisa alguma,marmoteiro, charlatão... neim sei pra onde o "Tranca Ruas" foi....Sacanagem de gente desocupada,brincando com a fé alheia...Mas devemos crer um futuro Melhor pra nós e pra Umbanda e trabalhar incessantemente na reforma moral de seus segudires...Abraços irmão de fé !Jesus nos abençoe hoje e sempre...
  • paidesanto  - Comentário do Pai de Santo sobre o comentário.
    Vander, Entendo a sua indignação em relação as situações que voce comentou, também vi muitos absurdos em nome da Umbanda. Mas deixe que continuem com a insana representação, já que desconhecem o que os aguarda após a morte. Deixo para voce o seguinte comentário: "Procure compreender que não são todos que praticam imoralidades, existem locais sérios, dirigidos por gente séria". Compreendo que é dificil encontrar um local sem fanatismo, mas eles existem, tudo é uma questão de procurar. Felicidades!
  • Rosângela Moreira da Fontes
    São palavras sérias e verdadeiras, acredito também no comentário do pai de santo dizendo que não são todos, infelizmente ainda não encontrei um lugar sério, será que é questão de merecimento? Será que não mereço me desenvolver? Ou será que nesta vida tenho que aprender a viver com a fé e sem nenhum lugar para me apoiar? É triste, mas nossa religião está passando por uma fase de mistificação e pavonice muito grande.
  • Edson Nascimento
    Concordo plenamente com o seu texto. Caboclos são guias de luz que vem em nossa querida Umbanda para darem auxilio aos que necessitarem de uma palavra de conforto, que estiverem precisando encontrar a paz e o aconchego para que possam trilhar seu caminho terreno em evolução para o Pai Mior. Muita Paz, Luz e Axé a todos!
Escrever um comentário
Your Contact Details:
Comentário:
Security
Por favor coloque o código anti-spam que você lê na imagem.
 

Enquete

Você acha correto o uso de animais como oferenda nos cultos de Umbanda?

Não, a verdadeira Umbanda não pratica tais atos contra os animais e nem há tal necessidade para com os Orixás - 85.5%
Claro, a Umbanda tem este dogma desde suas raízes - 3.5%
Sim, os Orixás precisam das forças destas oferendas - 5%
Sim, afinal mal não vai fazer - 0.9%
Não sou contra nem a favor, não quero me envolver - 5.1%

Total de votos: 7366
The voting for this poll has ended Ligado: 25 Dez 2016 - 21:57

CopyRight 2008 NUSS- Núcleo Umbandista São Sebastião - Todos os direitos reservados.